domingo, 10 de setembro de 2017

O Nome do Seu Anjo

Um menino tinha uma cicatriz no rosto, as pessoas de seu colégio não falavam com ele e nem sentavam ao seu lado, na realidade quando seus colegas de colégio o viam, franziam a testa porque a cicatriz era muito feia.
Então a turma se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino da cicatriz não frequentasse mais o colégio. O professor levou o caso à diretoria do colégio.
A diretoria ouviu e chegou à seguinte conclusão:
Que não poderia tirar o menino do colégio, e que conversaria com o menino e ele seria o último a entrar em sala de aula e o primeiro a sair, desta forma nenhum aluno via o rosto do menino, a não ser que olhassem para trás.
O professor achou magnífica a ideia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais para trás.
Levado ao conhecimento do menino a decisão, ele prontamente aceitou a imposição do colégio, com uma condição:
Que ele compareceria na frente dos alunos em sala de aula, para dizer o por quê daquela CICATRIZ.

Dias Difíceis

Há dias que parecem não ter sido feitos para ti.
Amontoam-se tantas dificuldades, inúmeras frustrações e incontáveis aborrecimentos, que chegas a pensar que conduzes o globo do mundo sobre os ombros dilacerados.
Desde cedo, ao te ergueres do leito, pela manhã, encontras a indisposição moral do companheiro ou da companheira, que te arremessa todos os espinhos que o mau humor conseguiu acumular ao longo da noite.
Sentes o travo do fel despejado em tua alma, mas crês que tudo se modificará nos momentos seguintes.
Sais à rua, para atender a esse ou àquele compromisso cotidiano, e te defrontas com a agrestia de muitos que manejam veículos nas vias públicas e que os convertem em armas contra os outros; constatas o azedume do funcionário ou do balconista que te atende mal, ou vês o cinismo de negociantes que anseiam por te entregar produtos de má qualidade a preços exorbitantes, supondo-te imbecil. Mesmo assim, admites que, logo, tudo se alterará, melhorando as situações em torno.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Religião ou Espiritualidade?

Resultado de imagem para religião ou espiritualidade
A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.

Ingredientes do Êxito

Imagem relacionada
O êxito espera por você, tanto quanto, vem exaltando quantos lhe alcançaram as diretrizes. Largue qualquer sombra do passado ao chão do tempo, qual a árvore que lança de si as folhas mortas.
Não se detenha, diante da oportunidade de servir.
Mobilize o pensamento para criar vida nova.
Melhore os próprios conhecimentos, estudando sempre.
Saliente qualidades e esqueça defeitos.
Desenvolva os seus recursos de simpatia e evite qualquer impulso de agressão.

O Efeito do Passe em Crianças

Imagem relacionada
Mateus, 19 – 13, 14, 15. Então lhe trouxeram algumas crianças para que lhes impusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreenderam. Jesus, porém, disse: Deixai as crianças e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus. E, depois de lhes impor as mãos, partiu dali.
Interessante como, já ao tempo de Jesus, muitos sabiam da necessidade das crianças serem tocadas, receberem o influxo magnético de uma fonte de energias revigorantes.
Impressiona que, juntamente com isso, àquela época também havia a tentativa de impedimento, o querer estabelecer-se regras ou proibições.
Ao que se percebe no texto evangélico, as crianças não estavam, necessariamente, portando enfermidades; simplesmente elas foram trazidas até Ele e, colocadas ao seu redor, foi solicitado ao Mestre que impusesse suas mãos sobre elas.

domingo, 28 de maio de 2017

A Divulgação da Palavra de Deus

Resultado de imagem para A Divulgação da Palavra de Deus

“É chegada a hora de unir vossos esforços em torno de um ousado trabalho de conscientização de massas. Cultivastes por todo esse tempo em terreno inóspito para a semeadura de grão tão nobre e pudestes ver que em pedregulho a raiz não pode aprofundar. A maioria dos irmãos ditos espíritas não têm a condição conferida pela humildade de absorver princípios tão superiores, pois encontram-se envolvidos na ilusão da superioridade espiritual, plantada no seio do movimento espírita pelos falsos mestres e pseudo-sábios que falaram pela boca de médiuns e escritores orgulhosos e vaidosos de seu saber.
A esses, caros irmãos, nada tendes mais a dizer, pois virarão as costas a vós, cuspirão em seus rostos as melífluas palavras de falsa caridade, vos considerando tolos e a serviço das trevas. Vós tendes um novo trabalho a desempenhar a partir de agora. Preparai-vos, pois muitas dores e sacrifícios serão necessários para o estabelecimento de uma nova ordem. Não uma nova ordem de idéias, pois elas estão postas no mundo há séculos e são as mesmas que animaram todos os mestres do Cristianismo, no passado, e agora precisa prevalecer em mundo entregue aos desmandos nefastos no materialismo.  Vossa tarefa é a pregação da Palavra de Deus. Não importa a quem. Pregareis o Bem a quem quiser ouvir, ricos e pobres, nobres ou plebeus, ignorantes ou letrados. Pregareis aos orgulhosos, aos idólatras, aos adúlteros, aos viciosos, aos invejosos, enfim aos impiedosos de todos os tempos, a fim de que tenham a oportunidade de ouvir falar de Jesus com o complemento da racionalidade da Doutrina dos Espíritos. É imperioso que a Lei seja posta aos homens com a clareza do pensamento kardequiano, pois só assim Ela terá sentido e dará sentido à vida dos que se encontram no erro e envolvidos com suas próprias inferioridades.