domingo, 20 de setembro de 2009

A Paz Interior


A Simplicidade e a indiferença pelas coisas materiais revelam paz
interior, luz, autoconhecimento.
Quando o homem descobre, dentro de si, o Creador,
Ele o vê em toda parte, ao redor de si...
Serena todo o seu interior...
Cessam todas as dúvidas...
Desaparecem todas as angústias...
Os horizontes se ampliam...
Não há mais a presença da insegurança, do medo, da desolação...
O homem enxerga o mundo como ele é, sem fantasias, fronteiras,
nem temores...
Calam-se todas as queixas...
O homem alcança a liberdade no pensamento, no sentimento,
nas palavras e nas ações...
É responsável e solidário com a humanidade...
O bem, o amor, tomam conta de toda a sua vida...
Está repleto de Deus, consegue ser feliz na felicidade do outro...
Não reclama, não agride, é compreensivo em todas as questões existenciais.
Caro amigo,
Aquele que fez consciência no poder do Creador, não se deixa abater por nenhuma emergência do processo evolutivo terreno. Alcançou suficiente domínio de si mesmo, faz exercício de autocontrole pelo autoconhecimento.

Corajosamente, administra todo o processo existencial, sem desespero, sem dúvidas ou sentimento de injustiça.
Nossa felicidade depende de nossa paz interior.
A resignação consciente significa conquista da serenidade.
Luz, fé, paz.

Mensagem extraída do livro:
“SERENIDADE: o esforço silencioso do bem”
Mensagem psicografada pelo médium Maury Rodrigues da Cruz - Jan. -2000.

Fonte: http://www.sbee.com.br

Site: Luz do Espiritismo - Grupo Espirita Allan Kardec

Nenhum comentário: