domingo, 4 de outubro de 2009

O Lar na Reformação da Humanidade

"O LAR, NA ESSÊNCIA, É ACADEMIA DA ALMA"
Em vez de nos queixarmos sistematicamente dos problemas encontrados no convívio familiar, deveríamos aproveitá-las como lições e experiências que amadurecem nossos raciocínios e sentimentos.
Néio Lúcio; nos traz as palavras de Jesus: "O lar é um curso ligeiro para a fraternidade que desfrutaremos na vida eterna. Sofrimentos e conflitos naturais, em seu círculo, são lições".
Todas as experiências que partilhamos na vida doméstica são o material rico e profundo que trabalharemos para a conquista dos valores elevados.
Desenvolvendo a tolerância, paciência, compreensão, entendimento, trabalho, bondade, gratidão, etc., estaremos trabalhando na renovação de nós mesmos, de nosso lares e de nossa Humanidade.
Se não soubermos superar divergências e instalar a harmonia em meio a algumas pessoas num mesmo círculo de convivência, como pensarmos na renovação da Humanidade com bilhões de almas pensando, sentindo e agindo de maneiras diversas?
A cristianização dos homens não será simples obra do "verbo", mas sim do verbo e da ação na superação das montanhas de dificuldades para chegarem ao vale da verdade.
Os que permanecerem rebeldes às oportunidades de reconciliação, reajuste, renovação e desenvolvimento afetivo que encontrarem no Lar, estacionando na dureza de coração, sofrerão, quando desencarnados, presos às regiões sombrias que elegeram para si mesmo' e, quando encarnados, no retorno ao corpo em provas muito mais áspera e difíceis que as atuais.
A inesquecível Alcíone, através do relato de Emmanuel, ressalta: O Lar é o templo mais nobre, porque oferece oportunidade diária de esforço e adoração".
Sejamos aqueles que enxergam nos espinhos o convite ao cuidado e prudência no trato com as flores e não uma agressão gratuita aos que lhes aproximam.

A - NOSSOS DEVERES NO LAR

O Lar é o primeiro a sofrer os ataques e abalos da busca desordenada pelos valores materialistas e imediatistas da sociedade moderna, à custa do desprezo aos valores mais sagrados da família.
Se as divergências domésticas cresceram, gerando desequilibrio e desajustes a explodirem na forma de separações, abandonos, atritos, discussões intermináveis entre pais, filhos e cônjuges, compete a trabalharmos intimamente com mais intensidade o nosso "eu interior", ações do dia-a-dia. Quanto mais houver a ameaça da tempestade, mais sólida deverá ser a construção de nossa "casa moral".
André Luiz" alerta-nos que: "o Lar é instituição essencialmente divina em que se deve viver, dentro de suas portas, com o coração e com a alma".
E Emmanuel completa, ao ser indagado sobre de que precisamos para vencer na luta doméstica: "Devemos revestir-nos de paciência, amor, compreensão, devotamento, bom ânimo e humildade, a fim de aprender e vencer, na luta doméstica".
Os deveres de cada um de nós como pais, mães, filhos e irmãos, bem cumpridos e carregados com alegria, fazem que coletivamente o Lar seja um ambiente de paz e satisfação.
Não devemos exigir dos familiares a conduta equilibrada que nos compete demonstrar, amando-os da maneira como são, sem esperar-lhes santidade.
A bondade e o sacrifício devem ser palavras que constem do dicionário de nossa convivência familiar.

B - LAR COM EVANGELHO

Jesus ensina-nos que "a paz do mundo começa sob as telhas a que nos acolhemos".
Faz-se mister transformarmos nossos lares em santuário de elevação, onde funcione como oficina, hospital, escola e templo da alma, curando-nos das chagas morais, cultivando o perdão e a renúncia, retificando nossas mazelas, desenvolvendo nossas virtudes, sendo o lar o porto seguro que nos ampare todas as horas.
Na Escola do lar, estaremos educando cérebro - RAZÃO e coração - SENTIMENTO, habilitando-nos aos degraus mais altos de nossa caminhada evolutiva, alçando vôos e descortinando horizontes mais amplos, espiritualmente.
Para isso, o alicerce é o EVANGELHO, traduzido nas lições e exemplos do Divino Mestre, Educador Maior de nossas almas. E somente com a orientação segura que a Espiritualidade maior nos assegura, com o amparo do Espiritismo através da Casa Espírita, o Lar poderá ser recolocado nas funções que lhe competem.
Finalizamos com André Luiz : "O santuário doméstico que encontrar criaturas amantes da oração e dos sentimentos elevados, converte-se em campo sublime das mais belas florações e colheitas espirituais".

Autor: Joamar Z. Nazareth
Pelo Espírito de: EMMANUEL
Psicografia de: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
Livro:SEARA DOS MÉDIUNS

Data da Publicação: 23 de agosto de 2009
Site: htpp://conscienciaevida.blogspot.com

Nenhum comentário: