sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Aura de Amor


Cada um de nós trás nas entranhas de si mesmo, a presença de Deus.

Pai por excelência, habita em cada criatura e, portanto, trazemos o selo divino impresso em nossa consciência, indicando Nossa Paternidade.

O reconhecimento da presença divina em nós e nos outros desabrocha, no indivíduo, o mais nobre dos sentimentos da alma, o amor, que se define como sendo a atmosfera de Deus em torno de nós próprios.

Portanto, ao enxergarmos a profundidade de cada criatura, identificaremos, ali, esta semente divina, espargindo vibrações de estreitamento dos laços afetivos, formando, assim, uma aura de amor e, em seguida, consciência profunda desta realidade ímpar.

Desta forma, seremos cada vez mais amorosamente condescendentes para conosco e para com os outros.

Pelo Espírito de: Hammed
Mensagem recebida em 17/07/1996
“Sociedade Espírita Boa Nova - Catanduva SP”
Psicografada por Francisco do Espírito Santo Neto

Site: Luz do Espiritismo - Grupo Espírita Allan Kardec

Nenhum comentário: