quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

A Consciência Profunda


A consciência profunda é um arquivo imensurável na profundidade da alma; é um mundo cujas experiências são ainda desconhecidas para o próprio dono.

A razão busca este segredo há milênios, mas reconhece a sua inabilidade acerca do que pode aprender nesse manancial de vida.  Para se tirar o véu de Ísis que empana muitas coisas ocultas, convém meditar, estudando sempre o que se deve fazer.  Os caminhos são desconhecidos e tortuosos; somente os sábios conseguem trilhar alguns deles, ainda assim com enorme dificuldade.

Ali existe uma gigantesca biblioteca consciencial, que com o tempo pode fornecer experiências à mente ativa e mesmo conhecimentos valiosos para o bom desempenho de todas as tuas funções no mundo em que vives.  Ela registrou todo o teu passado pela máquina divina que possuis.  Nunca mente, por te sido feita pelo grande Arquiteto do Universo, e pode fazer aflorar no teu presente alguma coisa das tuas vidas passadas, se isso for conveniente ao progresso.  É um velho baú, em que não convém mexeres por tua própria vontade, muitas vezes acionada pela curiosidade.  Pode ser que tua consciência se encontre em chamas e a tua vida piorará pela exploração do teu passado.

Se queres saber do teu ontem, aprimora o teu hoje nas lides do Cristo e não saibas das linhas do Evangelho renovador do Mestre.  É bom que compreendes que o mundo consciencial se encontra ligado às mínimas partes do teu vaso físico, bem como domina algo em todos os teus corpos espirituais, que são vários, numa simbiose, de modo a trocar uma profusão de energias necessárias às suas pulsações em torno da alma.  Converte a tua vida, companheiro, agora, limpando as tuas mazelas do presente, porque, assim como o presente é influenciado pelo passado, ele também influencia na profundidade do ser.  Mesmo que consigas apenas uma gota de luz, deposita-a no teu mundo de trevas, se esse for o caso, que o tempo acumular-te-á, pela força de Deus, chuvas de claridades, limpando os entulhos que a displicência fez ajuntar.  Não deves agredir a tua consciência, procurando ler com métodos inconscientes o que, por enquanto, não te compete saber.  Espera, pois Deus sabe o momento de revelar-te o que precisas e te mostrará o agradável ao teu estágio evolutivo.  Trabalha, por enquanto, com o presente, tranquilizando a mente pela educação, disciplinando os pensamentos e iluminando as ideias, com a prática do bem e exercício permanente do amor, pois é pela força insuperável da caridade que a própria caridade se transmuta no reino de Deus dentro de nós.  A consciência profunda é segredo de Deus, é área em que o Cristo domina, a nos mostrar gota a gota, como sendo lições que aprendemos passo a passo.

Todos nós, filho, ainda estamos nas primeiras letras do alfabeto interno.  Nunca devemos nos afoitar no aprendizado, nem tão pouco parar nos estudos que nos levarão à libertação, pela sublimação de todos os nossos sentimentos.

Tem paciência, assim como bom ânimo, e em cada caminho escolhido por Deus dá a tua parte de esforço próprio, como a tua luz de amor.  Um dia, a tua consciência profunda saberá te recompensar pela difusão de luzes que plantaste, de fração a fração, com a assistência do Cristo e as bênçãos de Deus.

Pelo Espírito:  Miramez
Psicografia de:  João Nunes Maia
Livro:  Força Soberana
5ª Edição 2002 – Editora Espírita Fonte Viva
Páginas:  51 até 54 - Belo Horizonte – 1986

Nenhum comentário: