domingo, 12 de janeiro de 2014

Liberdade, Responsabilidade e Compromisso

A liberdade de expressão é importante conquista de nossa civilização. O uso da liberdade deve se fundamentar no respeito, na ética, na responsabilidade, em compromissos institucionais e nos elos da fraternidade.
Tais premissas, com base nos ensinos do Cristo e nas obras básicas de Allan Kardec, devem nortear as ações espíritas e ser parâmetro e filtro para as atividades do Movimento Espírita. Este tem “por missão instruir e esclarecer os homens, abrindo uma nova era para a regeneração da Humanidade”.

Essas reflexões são oportunas para a análise de alguns episódios – incoerentes com os princípios doutrinários do Espiritismo e até de adequado relacionamento entre pessoas e instituições -, que têm se concretizado em textos publicados ou com circulação pela Internet, bem como uma certa desconsideração à privacidade pessoal e espiritual de pioneiros e de líderes espíritas.
Sem qualquer ideia de controle, mas de apelo ao “bom senso e à razão”, o momento é sugestivo para se aprofundar no processo educativo do Espírito.
O estudo, o bom senso, o intercâmbio entre pessoas e instituições, o compromisso com trabalhos doutrinários e de elaboração coletiva, e a fidelidade à Doutrina Espírita são antídotos naturais às opiniões e ações personalistas.
Recomendações e comentários de valor reconhecido podem ser destacados, desde Paulo de Tarso: “Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?”, até o Codificador: “Um dos maiores obstáculos capazes de retardar a propagação da Doutrina seria a falta de unidade”.
O verdadeiro sentido da palavra caridade, explicitado na questão 886 de O Livro dos Espíritos, deve ser a proposta para o inter-relacionamento pessoal e institucional e, acima de tudo, para os compromissos com os quais nos irmanamos: “[...] o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação”.
Autor (a): Antonio Cesar Perri de Carvalho
Reformador (Revista de Espiritismo Cristão) – Editora FEB (Federação
Espírita Brasileira) – Ano: 127 – Edição nº: 2.166 – Página: 33 -
Rio de Janeiro – Setembro/2009.
KARDEC, Allan – O Livro dos Espíritos – 2ª Edição – Editora FEB (Federação Espírita Brasileira) – Prolegômenos - Página: 68 –
Rio de Janeiro/2007.
PAULO, I Coríntios, capítulo nº: 14, versículo nº: 08 - Novo Testamento.
KARDEC, Allan – Obras Póstumas – Ed. Espec. – Editora FEB (Federação Espírita Brasileira) – Projeto - 1868 – Rio de Janeiro/2005.
XAVIER, Francisco Cândido – Estude e Viva – Pelo Espírito Emmanuel – Edição 13ª – Editora FEB (Federação Espírita Brasileira) – Capítulo nº 40 – Página:  235 – Rio de Janeiro/2008.

Nenhum comentário: